DestaquesPrincipal

Garis de Solânea se reúnem com prefeito e secretário e voltam ao trabalho nesta terça, após paralisação

(Foto: Cristiano Ricelli)
(Foto: Cristiano Ricelli)

Os garis do município de Solânea estiveram reunidos nesta segunda-feira (30) com o prefeito Beto do Brasil e o secretário da infraestrutura, Oton Dantas, para discutir o Plano de Cargos, Carreira e Salário da categoria e decidiram voltar ao trabalho nesta terça-feira (31). O encontro ocorreu depois que os trabalhadores e trabalhadoras paralisaram as suas atividades por um dia inteiro e realizaram um protesto em frente à casa do gestor.

O PCCR dos garis da cidade deixou de ser votado pela Câmara Municipal na última sexta-feira. O presidente do Sindsol, Elmar Neto alega que o projeto foi alterado pelo prefeito Beto do Brasil, porém o secretário Oton Dantas informou que o PCCR foi encaminhado ao Legislativo exatamente como foi discutido com toda a categoria.

“Cabe agora a comissão da Câmara analisar o plano para votação. Infelizmente não foi possível fazer todas as simulações de cálculosnecessárias para apresentar com mais clareza a classe”, esclareceu Oton acrescentando que o prefeito confirmou uma reunião para o próximo dia 14 onde serão revistas as negociações, dessa vez sem a presença de Elmar Neto que, segundo a assessoria da prefeitura, tem atacado a administração municipal de forma arbitrária dificultando, inclusive, as negociações.

Oton esclareceu que um dos temas mais discutidos seria uma proposta de que a cada três anos a prefeitura realizasse um aumento equivalente a 3%, o que é questionado pela atual gestão, já que no PCCR existe o anuênio, o que já contemplaria os servidores com 1% ao ano.

O secretário lembrou que a paralização, segundo ele incentivada pelo presidente do Sindsol, não foi informada no prazo previsto pela lei da greve à justiça e nem tão pouco à prefeitura, o que poderia ter levado a punição dos garis com corte de ponto. Segundo Oton, no entanto, a gestão municipal não vai prejudicar a categoria.

Durante a paralisação a prefeitura teve que convocar servidores extras para evitar que a limpeza da cidade ficasse prejudicada.

 

 

Redação/Focando a Notícia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios