Destaques

Fluxo de turistas no Rio Janeiro é o maior já registrado em toda a história do Brasil

20130727113058_03A Jornada Mundial da Juventude é o evento com maior movimentação de turistas já ocorrido numa única cidade do país, afirmou ontem o Ministério do Turismo. A estimativa é que 2 milhões de pessoas passem pelo Rio, desembolsando R$ 1,2 bilhão.

Os números foram divulgados ontem em Brasília junto com os resultados preliminares de uma pesquisa encomendada pelo ministério à Coppe/UFRJ. O levantamento começou a ser realizado na quarta-feira e já ouviu 1.100 turistas, sendo 250 estrangeiros. Dessa amostra, 72,7% dos estrangeiros disseram estar no Brasil pela primeira vez e 93% afirmaram que estão dispostos a retornar. O tempo médio de permanência no país é de 12 dias. A pesquisa revela ainda que 53,6% deles afirmaram que querem voltar ao Brasil em até um ano (12,7% pretendem fazer isso no prazo de um a seis meses).

Entre os participantes da Jornada Mundial da Juventude, a grande maioria é solteira (85,6%), as mulheres estão em maior número (52,5%), tem mais gente hospedada em casa de voluntários (55,6%) e prevalece a juventude (57% têm até 25 anos).

Menos de 7% ficaram em hotéis – A pesquisa será concluída amanhã. A meta é entrevistar 4 mil pessoas, totalizando 800 estrangeiros e 3.200 brasileiros. Os resultados parciais divulgados ontem consideram apenas as entrevistas feitas na quarta e quinta-feira.

Do total de 1.100 turistas brasileiros e estrangeiros já ouvidos, 86,9% disseram que estavam participando da Jornada Mundial da Juventude pela primeira vez. Mais da metade (58,5%) declarou que o fato de a jornada acontecer na cidade do Rio influenciou na decisão de comparecer ao evento. E a maioria dos turistas dessa amostra preliminar (95,7%) respondeu que pretende voltar ao Rio.

Entre as atividades realizadas durante a estadia na cidade, 77,7% destacaram os atrativos turísticos; 39,7%, sol e praia; 38,6%, atividades culturais; 28,5%, compras; e 9,5%, diversão noturna. O tempo médio de permanência dos turistas no Rio é de sete dias.

Os resultados parciais mostram que a maior parte dos viajantes — 55,6% — se hospedou em paróquias, colégios e residências de fiéis que colaboram com a organização do evento. Outros 20,9% ficaram em casas de amigos e parentes. Apenas 6,9% dos turistas dormiram em hotéis.

De acordo com o ministério, a Jornada Mundial da Juventude atraiu visitantes de mais de 180 países. Considerado o público geral, isto é, o conjunto de turistas nacionais e internacionais, a pesquisa mostra que 55,7% deles organizaram a viagem por meio da paróquia ou da diocese local, enquanto apenas 7% recorreram a agências de viagens e 3,7% trataram diretamente com os hotéis e companhias aéreas.

Como de praxe, os grupos de fiéis visitaram dioceses em outras cidades do país. Voos regulares de avião foram a opção de 52,1% dos turistas para chegar ao Rio. Em segundo lugar, aparecem os ônibus fretados (30,3%) e os ônibus de linha (12,6%). Voos fretados foram o meio de transporte de 1,9% dos turistas.

A pesquisa do Ministério do Turismo custou R$ 600 mil. Os resultados completos deverão ser divulgados em agosto, na cidade de Aparecida (SP), maior destino turístico religioso do país, aonde comparecem anualmente 12 milhões de visitantes. O ministério avalia a possibilidade de aumentar o apoio ao turismo religioso.

R7

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios