Destaques

Fisiculturista grávida posta fotos levantando peso e gera polêmica na web

201309230913460000007854 Lea-Ann Ellison é uma bela loira de 35 anos, que está grávida de seu terceiro filho, já no meio do oitavo mês de gestação. Até aí tudo bem. Mas a norte-americana causou polêmica na internet por conta de algumas fotos postadas. É que, mesmo a esta altura do campeonato e com este barrigão todo, ela mostra com orgulho imagens malhando pesado. O tema tem gerado debates acalorados.

A fisiculturista tem diversas fotos de competição, mais jovens, e explica que a preocupação de se manter fazendo exercícios físicos de alta intensidade é apenas para manter o corpo em cima.

“Depois do nascimento do meu segundo filho, eu sabia que teria de trabalhar mais forte. Eu amei ser mãe, mas quero ser uma mãe gostosa”, afirmou ela, ao jornal Metro, do Reino Unido.

Ela até pode defender seu gosto, mas ao publicar as fotos no Facebook, deu de cara com críticas em tom elevado. “Mulher estúpida”, disse uma. “Essa mulher é uma desgraça. A gravidez é uma hora de se tomar cuidado com o corpo e ser delicada, não é uma hora para se testar limites”, afirmou outra.

Internautas mais engajados listam algumas razões para a fisiculturista pelo menos diminuir os pesos em seus exercícios físicos, que vão desde a preocupação com a musculatura abdominal à suposta chance de haver problemas com a placenta, gerando risco até de aborto.

Fazer exercícios físicos está entre as principais recomendações médicas na gravidez. A maioria dos médicos não se opõe a usar peso, mas de forma moderada – menos de 15 kg. Outras práticas como andar a cavalo, fazer mergulho ou esquiar são contraindicadas.

Mesmo com toda a revolta causada, a norte-americana não volta atrás. “Quero agradecer a todos que me apoiaram. Odiadores vão odiar, e tudo bem. Minha vida não é a vida deles”, postou ela.

 

UOL

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios