Destaques

Ex-prefeito é condenado por falsificação ideológica e corrupção passiva

1O ex-prefeito de Pilõezinhos (município localizado no Agreste paraibano, a 111 km da capital João Pessoa), Alessandro Alves da Silva – popularmente conhecido como Sandro Mendes – foi condenado por falsificação ideológica e corrupção passiva.

A sentença do juiz Gustavo Pessoa Tavares de Lyra concluiu que o réu Sandro Mendes “apresenta personalidade voltada para o crime” e impôs pena de dois anos de reclusão e multa de aproximadamente R$ 16.500,00. Além disso, o ex-gestor teve seus direitos políticos suspensos.

Na ação proposta pelo Ministério Público Estadual, consta que Sandro Mendes negociou a compra do contracheque de Francisco Soares dos Santos, conhecido como ‘Fernando do Esporte’. Segundo o próprio denunciante, após ter se ausentado do município a trabalho, Sandro alterou o valor dos seus vencimentos para obter vantagens pessoais. A acusação ainda é de que o ex-prefeito falsificava as assinaturas do titular do contracheque.

Requisitada a perícia e realizado o devido exame grafotécnico, ficou comprovada a falsificação das assinaturas. Segundo os peritos, era o próprio Alessandro Alves da Silva quem assinava o contracheque de Fernando.

O juiz Gustavo Pessoa Tavares de Lyra disse que “a conduta social do réu e seus antecedentes são maculados, pois possui contra si sentenças penais condenatórias sem trânsito em julgado e com trânsito em julgado, conforme se observa de seus antecedentes de 250/252”.

A decisão cabe recurso.

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios