Paraíba

Esquema de segurança do jogo entre Campinense e Flamengo utilizará reforço de 400 policiais militares

Torcida do Campinense
Torcida do Campinense

Representantes da Curadoria do Consumidor, das policias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e da diretoria do Campinense Clube se reuniram nesta terça-feira (30), na sede do Ministério Público, para planejar o esquema de segurança do jogo entre Campinense e Flamengo, que será realizado na quarta-feira (1º), no estádio Governador Ernani Sátyro (O Amigão), em Campina Grande.

Durante o encontro, ficou decidido que 400 policiais militares e 50 bombeiros farão o policiamento e garantirão a segurança dentro e nos arredores do estádio Amigão. Vinte conjuntos da cavalaria da PM também estarão presentes no local e parte do canil será utilizada para intensificar o policiamento interno do estádio.

Para reforçar a segurança dos torcedores que irão comparecer ao estádio, ficou decidido também que a rodoviária da cidade funcionará, excepcionalmente, na BR 104, nas proximidades do Amigão.

Segundo informações do comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), tenente coronel Souza Neto, a segurança do jogo será realizada em ação conjunta com as Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e com o Batalhão de Operações Especiais (Bope). O comandante esclareceu também que será proibido o consumo de bebidas alcoólicas durante o jogo, como também o uso de fogos de artifício – conforme previsto em lei.

Antes da reunião, o tenente coronel Souza Neto já havia adiantado que será proibida a entrada de guarda-chuva no Estádio. A determinação vai de encontro ao que prevê o artigo 13º do estatuto do torcedor, que proíbe a entrada de qualquer objeto que possa possibilitar atos de violência nas praças esportivas.

Na última sexta-feira (26), a Polícia Militar declarou a proibição da entrada de torcedores com camisas de outros adversários das equipes da Paraíba e do Rio de Janeiro. “A decisão é minha e não serão permitidas camisas de clubes rivais. O jogo é entre Campinense e Flamengo e qualquer pessoa que tente entrar com camisas que levem a provocação dos torcedores será barrada”, afirmou o comandante Souza Neto.

A torcida do Treze, arquirrival do Campinense em Campina Grande, já estava preparando um reforço à torcida do time carioca. Foram confeccionadas camisas onde o lado direito reproduzia o uniforme trezeano e do lado esquerdo o uniforme rubro negro.

Campinense e Flamengo se enfrentam pela segunda fase da Copa do Brasil. O início do jogo está marcado para às 21h50, mas os portões do Amigão estarão abertos as 19h. Torcedores do clube paraibano ocuparão toda a arquibancada sol, enquanto a arquibancada sombra será dividida pelos torcedores da Raposa e do rubro-negro carioca.

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios