Educação

Doze funcionários do SindsprevPB ficam reféns em assalto; bandidos acabam presos

Os acusados foram presos em flagrante
Os acusados foram presos em flagrante

Doze funcionários do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Previdência e Trabalho do Estado da Paraíba (SindsprevPB) foram feitos reféns, durante um assalto  na tarde desta sexta-feira (12), na sede da instituição, localizada no Centro de João Pessoa. Dois acusados pelo foram presos. Os objetos roubados foram recuperados.

Segundo informações das vítimas, dois homens chegaram no sindicato e pediram para todos baixarem a cabeça. “Os dois estavam bem tranquilos. Quando a gente baixou a cabeça, um deles que estava armado começou a roubar todos os pertences, como celulares, dinheiro e cartões de créditos. Em seguida, eles trancaram todos na sala da assessoria de imprensa do sindicato e foram embora minutos depois”.

116569,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0

De acordo com as vítimas, uma funcionária que estava na sede foi averiguar o ocorrido e constatou o crime. “Como a sede é grande, outros departamentos estavam funcionando. Quando uma amiga nossa veio ver o que estava acontecendo, conseguiu abrir a porta e fomos liberados”.

A Polícia Militar foi acionada e minutos depois, o serviço de Inteligência do 7º BPM conseguiu prender os acusados pelo assalto. Marcos Jorge da Silva Backmam, 46 anos, foi pego na entrada do bairro Tibiri II, com celulares. Já João Paulo de Sousa, 31 anos, foi preso no bairro Ilha do Bispo. Na residência do acusado, os policiais encontraram 13 celulares, 7 chips, R$ 2.122 ( em espécie), cinco dólares e um capacete. Os presos foram encaminhados para a 6ª DD, em Santa Rita.

Por Hyldo Pereira

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios