Destaques

Domingo em Brasília está marcado por provas em quatro concursos

Para fazer os exames da ANTT e da PRF, Daniela Caputo passou u o último ano estudando seis horas por dia:"Não tive sábado nem domingo, só sacrifício"
Para fazer os exames da ANTT e da PRF, Daniela Caputo passou u o último ano estudando seis horas por dia:”Não tive sábado nem domingo, só sacrifício”

Milhares de candidatos se preparam hoje para enfrentar amanhã quatro grandes concursos públicos agendados. São 143 mil pessoas disputando 1,3 mil vagas divididas entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério do Planejamento. Com tanta gente interessada em entrar para a administração federal, professores e especialistas recomendam alguns cuidados no momento da prova e dão dicas para driblar a ansiedade e evitar a fadiga mental.

A principal advertência é em relação a novos conteúdos. É consenso, entre os especialistas, que os concorrentes devem evitar o estudo de materiais inéditos. O ideal é descansar a cabeça. “Se for para estudar, foque nos exercícios”, recomenda o professor Jayme Amorim, da Vestcon Concursos. Na batalha há seis anos, Carlisson Rodrigues Costa, 32 anos, segue a recomendação à risca. “Nesse período, assiti a aulas no cursinho, na internet, já tentei de tudo. Mas hoje, na véspera, vou descansar, relaxar bastante para poder encarar a prova de forma tranquila”, disse.

Na contramão, Silvana Peterson, 39 anos, não pretende largar as apostilas, de olho em um posto técnico da ANTT. “Vou assistir a uma aula de revisão, hoje, relaxar um pouco, ouvir uma boa música e, amanhã de manhã, vou só olhar as minhas anotações”, disse ela, que dedica, em média, 10 horas diárias aos estudos.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios