Destaques

Diretor de teatro desabafa “Chico César vive atrás de um birô”

2“Existe descaso do secretário de cultural com a cultura de uma maneira em geral”, desabafou na tarde de hoje (6), o diretor de teatro, Edilson Alves. Segundo ele, a Secretaria de Cultura do Estado, cujo titular da pasta é o cantor e compositor, Chico César, não investe na cultura da Paraíba.

Edilson é diretor do espetáculo Pastoril Profano, que leva há mais de 20 anos, comédia irreverente aos paraibanos. Ele afirma que a Secretaria é inoperante e trata com desleixo produção cultural.

“Um secretário que vive atrás de um birô”, denunciou o diretor. E justificou dizendo que a única produção cultural no Estado em aproximadamente quatro anos de governo foi o Festival de Areia.

O diretor revela que a companhia de Comédia Paraibana já procurou incentivo e apoio do governo várias vezes, todavia não obteve êxito e recorre ao empresariado privado para manter o espetáculo.

Com Click PB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios