DestaquesParaíba

Deputado estadual tacha adversários de paus-mandados: “Um está para atender o pai e o outro o tio”

20160429180409A polêmica em torno das eleições municipais na cidade de São Bento, Sertão paraibano, continua a todo o vapor, principalmente depois que o suplente de deputado, Jullys Roberto (PMDB), assumiu o posto após licença do deputado Tovar Correia Lima (PSDB). Aproveitando o momento, Jullys usou a tribuna da Assembleia Legislativa para atacar seus adversários na cidade, dizendo que o atual prefeito Gemilton Souza seria um “fantoche” na mão do seu tio, o deputado estadual e ex-prefeito do município Galego Souza (PP).

Em entrevista à rádio São Bento FM Galego Souza endureceu o tom, declarando que esse tipo de comportamento é muito negativo para Jullys.

“Essa ação do deputado Jullys é muito negativa, não é uma ação construtiva para um deputado que vá à Assembleia, principalmente tirando a licença de outro. Mas acredito que por ser muito jovem, acredito ele deve estar tomando mais experiência. De toda a forma, diferente do que ele insinuou, o prefeito Gemilton tem suas experiências, sabe trabalhar, já foi empresário, cresceu as suas empresas, e por isso que aqui está hoje, tem suas decisões próprias optou por votar no governador Ricardo Coutinho na campanha passada enquanto eu estava votando no seu adversário, quer dizer, se ele fosse um fantoche que só tivesse que atender a tudo que eu quisesse ele teria que ter votado no meu candidato” declarou.

Ainda a respeito das declarações de Jullys, Galego Souza foi mais além e disse que se existe alguém na cidade que tenha as ações manipuladas é o próprio Jullys e o pré-candidato Jarques Lúcio.

“Eu acredito que o atual deputado, que é suplente, ele sabe quem é mandado, ele sabe que se ele um dia chegar à prefeitura só faz o que o pai mandar, isso aí eu tenho certeza e o doutor Jarques que me desculpe mas também será comandado pelo seu tio o atual vice-prefeito. Esses daqui estão aqui de fachada, todos dois, um para atender o pai o outro para atender o tio” tachou o deputado.

Galego ainda fez questão de destacar que nos tempo atuais ninguém é enganado, que todos devem falar a verdade pois a população não se engana tão facilmente.

“São Bento hoje é uma cidade muito antenada e muito politizada então é melhor a pessoa ser realista, ser sincero, falar a verdade e jogar limpo” aconselhou.

PB Agora

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios