Paraíba

Deputado da Paraíba usa verba indenizatória para pagar “Harvard University” nos States

hugo-motta-usa-verba-indenizatoria-para-pagar-harvard-university-nos-states.jpg.280x200_q85_cropO deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB) já gastou mais de R$ 150 mil reais ao longo desses seis primeiros meses de 2013 da verba indenizatória concedida pela Câmara dos Deputados. O valor seria apenas mais uma despesa para o bolso do contribuinte se a maior parte do dinheiro não fosse usada para contratar consultores, colocar combustível, passagem aérea. Entre as despesas aparece R$ 13.699,67 pagos para universidade Harvard nos Estados Unidos.

 

 

Os recursos saíram dos cofres públicos a título de “consultoria, assessoria e pesquisa”, um dos itens permitidos para uso da verba indenizatória que cada deputado tem direito todos os meses. A justificativa é sempre a mesma: orientação jurídica na elaboração de projetos de lei e pareceres técnicos para as comissões temáticas. Curiosamente, na prestação de contas do deputado destinado a HARVARD UNIVERSITY não são disponibilizados qualquer outro dado que justifique a gastança. Numa pesquisa livre na internet, o parlamentar divulgou sua participação, durante um semana de março deste ano, de uma rodada de estudos voltados ao desenvolvimento de políticas públicas à primeira infância em Massachusetts.

 

Pagamentos Efetuados por HUGO MOTTA

 

 

HUGO MOTTA – PMDB/PB (Abril/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.503,71

HUGO MOTTA – PMDB/PB (Março/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.491,87

HUGO MOTTA – PMDB/PB (Fevereiro/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.704,09

 

Total R$ 13.699,67

 

 

 

O salário de Hugo Motta como deputado federal é de R$ 26.723,13. Motta tem direito todo mês a R$ 35.560,42 de verba indenizatória e mais R$ 60.000,00 (sessenta mil rais) para contratação de pessoal, limitada a 25 secretários parlamentares para formação de sua equipe que não precisam morar e trabalhar em Brasília. Ainda como deputado, Motta tem direito solicitar até 5 (cinco) publicações – 4 (quatro) jornais e 1 (uma) revista e cota de produtos gráficos destina-se à confecção de impressos relacionados à atividade parlamentar, nos seguintes quantitativos: 15.000 (quinze mil) impressões em preto e 2.000 (dois mil) cartões de expediente, mensalmente, e 16.000 (dezesseis mil) impressões de produtos de Papelaria Oficial, por ano. Por fim, tem direito a imóvel funcional residencial ou auxílio moradia no valor de R$3.800,00 (três mil e oitocentos reais).

 

Click pb

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios