Destaquespolicial

Dentista é preso acusado de estuprar enteada durante quatro anos, na PB

Um dentista de 59 anos de idade foi preso por força de um mandado de prisão, na cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano. Ele é acusado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) de ter estuprado a enteada durante quatro anos, quando ela era adolescente.

A prisão aconteceu na tarde desta quarta-feira (13), mas as informações só foram confirmadas pela Polícia Civil nesta quinta-feira (14), depois que ele passou por uma audiência de custódia e teve a prisão mantida.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Glauber Fontes, a denúncia do MPPB acusa o dentista de ter estuprado a enteada, durante os anos de 2002 a 2005, na cidade de Itaporanga, onde ele morava com a adolescente e a mãe dela. O crime aconteceu até a vítima completar 14 anos de idade. “Ele já devia ter sido preso há muito tempo, mas não era localizado”, disse o delegado.

O dentista foi preso após uma denúncia feita ao 197. Ele estava em um restaurante no Centro de Cajazeiras, onde o mandado foi cumprido. O acusado está preso em uma unidade prisional de Itaporanga.

Do G1PB

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios