Destaques

Curta amazonense é selecionado para festival de cinema na Argentina

Moacyr Massulo atuou, dirigiu e escreveu o curta H20 (Foto: Divulgação)
Moacyr Massulo atuou, dirigiu e escreveu o curta
H20 (Foto: Divulgação)

O décimo filme da carreira do cineasta amazonense Moacyr Massulo, o curta-metragem ‘H2O’, alcança novos patamares e visibilidade internacional. A obra foi selecionada para duas exibições no Festival Internacional de Cine de Derechos Humanos, a ser realizado entre os dias 7 e 14 de agosto em Buenos Aires, na Argentina. O filme ‘H2O’ contará com duas exibições na Seção Ambiente, sendo uma no Cine El Plaza, na quinta-feira (8), às 10h, e no Cine Gaumont, no dia do encerramento (14) do festival, às 14h.

Segundo Moacyr, que pela primeira vez terá um filme participando de um festival internacional, a notícia foi surpreendente. “Eu estava trabalhando no Festival de Parintins quando fui acessar meu email e vi a mensagem da organização do festival de cinema informando que meu filme havia sido escolhido. Fiquei muito feliz, não esperava por aquela notícia, muito menos naquele momento”, afirmou o diretor.

Para ele, são notícias como esta que o fazem acreditar que o cinema amazonense vive uma fase de constante crescimento. “Cada ano é uma evolução, o cinema amazonense tem se destacado mais e vem conquistando seu espaço. Estamos cada vez mais produzindo obras locais e sempre evoluindo na qualidade técnica. Vejo um momento de profissionalização por parte dos realizadores amazonenses. Cineastas como o Sérgio Andrade, Aldemar Matias, entre outros, são exemplo dessa evolução”, comentou.

Equipe do filme H20 reunida durante intervalo das gravações  (Foto: Divulgação)Equipe do filme H20 reunida durante intervalo das gravações (Foto: Divulgação)

De acordo com Moacyr, a carreira como cineasta já lhe proporcionou muitas satisfações. “Me sinto muito realizado como cineasta. Já tive oportunidades incríveis, como quando trabalhei de assistente de direção na Floresta de Jonatas com o Sérgio [Andrade]. Além de que comecei a ter visibilidade em meus trabalhos e consegui realizar todos os meus projetos, como meu novo documentário sobre um índio da etnia Kokama, que finalizarei em agosto e que deverá ser lançado no Amazonas Film Festival deste ano”, contou Moacyr.

H2O
Um alerta sobre o desperdício d’água e como isso pode interferir nos sonhos e na realidade do cidadão amazonense. Assim define o cineasta Moacyr Massulo, de 25 anos, o décimo filme da carreira, ‘H2O’. Filmado em dois dias, ‘H20’ foi rodado em locais como a Cachoeira do Tarumã, Zona Oeste de Manaus, nas cenas externas e em apartamentos dos amigos para cenas internas.

 

Tiago Melo

G1 AM

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios