Educação

Criança morre afogada no banheiro da casa da avó no Sertão

Casos-de-Polícia4-300x224

Uma criança de 2 anos e seis meses morreu afogada dentro de um balde de 60 litros que estava no banheiro da casa da avó. A fatalidade deixou a população de Marizópolis (a 460 km da Capital), no Sertão abalada.

A avó da criança deu banho em Sara Emmanuelle da Silva Capitolino e a deixou no quarto para vesti-la e foi tirar as roupas do varal no quintal da casa. Minutos depois a mãe da menina, Samara Suelane da Silva de 23 anos que assistia TV sentiu falta da menina. Ao procurá-la encontrou a menina com o corpo submerso no balde e apenas os pés para fora.

Sara ainda foi socorrida com vida para o Hospital Materno Infantil na Cidade de Sousa, mas não resistiu e morreu no hospital. A População ficou comovida com o episódio que abalou o município e compareceu em massa ao sepultamento que aconteceu na tarde de sábado (2).

Dados do Ministério da Saúde apontam que a maioria dos acidentes com crianças acontecem dentro de casa, por descuido dos pais ou responsáveis. O levantamento divulgado em dezembro de 2012 mostrou que e 2000 e 2010, o número de mortes envolvendo crianças com até 10 anos de idade, vítimas de acidentes domésticos como afogamento, asfixia ou exposição à fumaça e ao fogo, caiu 31%.

A quantidade de óbitos baixou de 868 casos, em 2000, para 595, em 2010. No período de 11 anos, o total de mortes foi de 8.148.

Fonte: Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios