Brasil

Covid-19: Wesley Safadão defende shows e diz que povo ligou o ‘dane-se’

O cantor Wesley Safadão defendeu a retomada dos shows presenciais, mesmo durante a pandemia de covid-19 e justificou afirmando que a população ligou o ‘dane-se’. O artista prepara um mega show para 4 mil pessoas, em Natal, no Rio Grande do Norte, em novembro. As declarações foram dadas em entrevista ao portal UOL.

Para o cantor, o público ligou o “dane-se” e tem participado de festas e outros tipos de aglomeração porque acreditam que todos serão infectados em algum momento. “A gente não pode ser privado, por isso levantei essa bandeira. Não quero ser o salvador da pátria, mas não estou fazendo só por mim. Eu tinha até opção de ficar quieto e não levar críticas. As pessoas perguntam: ‘Achou a cura?’ Eu digo: Nos shoppings acharam a cura? E nos aviões? E na praia”, afirmou Safadão.

“Só o meio do entretenimento ainda não voltou. Bares voltaram, shopping voltou. Tudo voltou a funcionar. E eu não acredito que as pessoas só peguem covid depois de 20h, 22h. Que só peguem nos shows”, reiterou o Wesley Safadão.

Sobre o seu próximo show, em Natal, marcado para o dia 21 de novembro,

Wesley Safadão, que já contraiu a covid-19 garantiu que no seu próximo show, em 21 de novembro, adotará medidas de segurança. “Esse show [em Natal] vai ser uma forma de mostrar para outras cidades e estados que é possível voltar com segurança. Não é o ideal, mas já é um recomeço, um grande passo. Já tenho shows marcados em São Paulo, em dezembro, de forma reduzida também”, concluiu.

 

MSN

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios