Brasil

Com título impreciso, especial de Roberto repete o modelo de sempre

robertocarlos-300x225É incrível estar aqui e sempre como se fosse a primeira vez. É como se o tempo não tivesse passado, assim como as canções de amor, que não passam”, disse Roberto Carlos assim que terminou de cantar, pelo milionésima vez, “Emoções”.

Estava começando mais um especial do cantor na Globo, fundado no modelo de sempre: atores da emissora na plateia, um repertório recheado de velhos sucessos e participações especiais, com os artistas do momento ou velhos amigos.

Este ano teve Lulu Santos, Tiago Abravanel, Anitta, Tata Werneck e Erasmo Carlos. No melhor momento, Roberto cantou com o velho parceiro “Meus Amores da Televisão”. Também foi bacana o dueto com Abravanel em “Negro Gato”. Para não dizer que não houve novidade, ele apresentou “Cartas de Amor”, a canção que fez para a próxima novela das 21h da Globo, “Em Família”, que estreia em fevereiro de 2014.

Uma curiosidade sobre o título do programa. Com a ideia de festejar o primeiro especial de fim de ano, realizado em 1974, a produção acabou sendo imprecisa ao chamá-lo de “40 Anos. Juntos”. Primeiro porque o especial natalino de 2013 foi o 39º (em 1999, por causa da morte de sua mulher, Maria Rita, Roberto não gravou). E segundo por que ele só fará 40 anos na emissora em 2014. Este ano, por exemplo, a Globo comemorou os 40 anos do “Globo Repórter” e do “Fantástico”, ambos lançados em 1973.

O jornalista Leandro Machado observou, no Twitter: “Todo ano tem especial do Roberto Carlos e gente reclamando que todo ano tem especial do Roberto Carlos. Nada muda.” É verdade. Eu me incluo entre os que reclamam. Acho que o artista não pode fazer um show no automático, dando aos fãs apenas o que eles querem. Precisa oferecer algo mais, o que Roberto não parece, há muito tempo, preocupado em fazer.

Fonte: Mauricio Steycer

por Michele Marques

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios