Destaques

Com estoque reduzido, Ministério da Saúde pede que PB e estados ‘racionem’ vacina BCG

A Paraíba está entre os estados brasileiros que foram notificados no fim do mês passado sobre a disponibilidade limitada da vacina BCG no estoque nacional em razão de dificuldades na aquisição do medicamento.

O alerta foi encaminhado às secretarias estaduais de Saúde por meio de um ofício circular do Ministério da Saúde. Segundo a pasta, o envio diminuirá de 1,2 milhão de doses por mês (média de janeiro a março de 2022) para 500 mil doses mensais nos próximos sete meses.

No documento, o ministério pediu para os Estados “otimizarem e fazerem uso racional desta vacina por este período” até que “a situação do estoque nacional da vacina BCG seja regularizada”. Idealmente, o imunizante deve ser aplicado ainda na maternidade — no máximo, até o fim do primeiro mês de vida.

Procurada pelo Portal MaisPB, a Secretaria Estadual de Saúde informou que a Paraíba conta com um estoque considerável do imunizante e não corre risco, ao menos a curto prazo, da falta de medicamento.

MaisPB com informações da Época 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios