Destaques

Cássio espera que TSE acolha cassação de Dilma

C--ssio-Cunha-Lima-310x245O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), espera que o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acolha pedido protocolado no ano passado pelo partido para cassar o mandato da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer.  Em pronunciamento nesta quarta-feira (1º), o senador apontou que auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que os Correios foram utilizados sem a devida contratação da campanha, o que caracterizaria abuso de poder político.

Segundo Cássio, os avanços nas investigações da Operação Lava Jato também reforçam a consistência do pedido do PSDB, ao evidenciar que a campanha de Dilma teria sido beneficiada com recursos desviados da Petrobras. Cássio observou que o ministro Gilmar Mendes pediu vista do processo, que inicialmente foi negado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Se Dilma Rousseff e Michel Temer forem cassados, assumirá o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que deverá convocar novas eleições, conforme observou Cássio Cunha Lima. Ele acredita que uma nova disputa eleitoral poderia ser a saída para a atual crise pela qual passa o país.

Ao discorrer sobre os 12 anos de governo petista, Cássio Cunha Lima lamentou que o PT tenha optado por formar uma base de sustentação no Congresso Nacional baseada na troca de favores e no aparelhamento do estado.

“O PT e o presidente Lula poderiam ter usado o patrimônio popular, o patrimônio político que foi conquistado democraticamente, para avançar em mudanças na relação política do país. Mas, infelizmente, foram se emaranhando numa trama, numa teia que foi se estendendo, e os escândalos não param de estarrecer o Brasil”, afirmou.

MaisPB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios