Municípios

BELÉM-PB. Albergado dá testemunho e diz que foi bom ter estado preso no regime fechado. “Eu poderia estar morto”c

Dé-580x300José Everaldo Rodrigues, conhecido como Dé Bala, tem 33 anos de idade. O albergado que reside na cidade de Belém, passou treze anos de sua vida, atrás das grades. Dé cumpre pena por roubo e furto. Na última vez em que foi preso, o homem passou mais de quatro anos recolhido.

Em datas como natal, ano novo e São João, eu sofria muito. Lembro da minha mãe entrando pelo corredor da cadeia com um almoço para mim. Eu chorava muito.” Relembrou Dé. Os anos foram difíceis para Dé que foi preso pela primeira vez quando tinha 19 anos.  Depois dessa primeira prisão, foram mais outras quatro. Sempre por roubo e furto. “Eu sempre estava em má companhia e acabava voltando a praticar crimes.” Comentou.

Dé declarou que a prisão lhe ajudou a refletir sobre a vida. “Eu aproveitei esses últimos anos, enquanto estava atrás das grades, para refletir sobre minha vida. Percebi que o caminho que deveria seguir era outro. Ou faria isso, ou acabaria morrendo.” Disse. O albergado acrescentou que se não tivesse sido preso, certamente já estaria morto. “Tive a oportunidade de ser preso e agradeço a Deus, porque senão hoje eu poderia está morto.” Conversou.

Dé Bala ainda tem quatro anos para cumpri o regime semiaberto. Hoje ele trabalha fazendo bicos e vive com uma mulher e três crianças que, não são suas, mas que faz questão de declarar o carinho que sente por elas. “As crianças não são minhas, mas eu tenho o maior carinho por elas.” Declarou.

Para o condenado, a rejeição da sociedade foi o maior desafio a ser encarado do lado de fora dos muros da cadeia. “Não foi fácil reconquistar a confiança das pessoas. Foi um grande desafio, mas hoje as pessoas já me olham diferente.” Comentou.

Depois de mais de quatro anos esse foi o primeiro Natal que passou com a família fora da cadeia. “Eu não pretendo mais voltar para lá.” Encerrou.

 

Exclusivo do Blog Mago 

Artigos relacionados

1 pensou em “BELÉM-PB. Albergado dá testemunho e diz que foi bom ter estado preso no regime fechado. “Eu poderia estar morto”c”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios