Destaquespolicial

Banco desaba após grupo explodir caixas e cofre na Paraíba

banco_destruido_explosao_paraibaO prédio de uma agência bancária desabou após um grupo com aproximadamente 20 pessoas explodirem os caixas eletrônicos na cidade de Caaporã, no Litoral Sul da Paraíba, na madrugada desta quarta-feira (3). Conforme informações da Polícia Militar, além do dinheiro dos caixas eletrônicos, o grupo criminoso roubou a quantia de um dos dois cofres da agência.

Ainda de acordo com a polícia, com base relatos de testemunhas, pouco antes da explosão, que ocorreu por volta das 2h, foram ouvidos vários tiros e uma movimentação de veículos em frente ao banco. Os assaltantes atiraram para o alto e contra o posto de polícia da cidade. De acordo com a Polícia Militar, apenas dois policiais faziam o policiamento da cidade no momento do assalto ao banco.

O prédio onde funcionava a agência fica ao lado da prefeitura de Caaporã. O prédio da sede da prefeitura também foi afetado e teve parte da parede derrubada. A explosão destruiu toda a parte interna da agência e fez com que o teto e parte da parede desabasse. A polícia encontrou no início da manhã desta quarta-feira três veículos abandonados nas imediações da cidade que podem ter sido usados no crime.

O delegado Francisco Basílio, responsável por registrar o caso, comentou que a explosão casou a perda total do prédio onde funcionava o banco. “Todos os móveis do banco foram destruídos, cofre, etc. Nos escombros, inúmeras cédulas de R$ 100 estão espalhadas pelo local, fato que indica que pela gravidade da explosão os bandidos não conseguiram leva todo o dinheiro. O grupo conseguiu levar parte do dinheiro do cofre, mas não todo”, comentou. Ainda de acordo com o delegado, os assaltantes usaram quatro veículos para chegar até o banco.

Pelo menos um dos carros tinha sido roubado e pertencia a prefeitura de Alhandra, outra cidade do Litoral Sul paraibano. A polícia não informou a quantia levada pelos criminosos. Muitas notas de R$ 100 ficaram espalhadas pelos escombros da agência. A polícia fez o isolamento da área e uma equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) fazia exames de perícia no local. Até o início da manhã desta segunda-feira nenhum suspeito tinha sido localizado.

 

G1 PB

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios