Municípios

Areia recebe no final de semana o Festival dos Sons e Sabores

festival-sons-sabores-300x224Atividades culturais, exposições, trilhas, oficinas e Festival Gastronômico estão na programação da cidade neste final de semana O Festival dos Sons e Sabores do Brejo chega neste final de semana a cidade de Areia.

Durante três dias, estão programadas diversas atividades culturais e gastronômicas, além de oficinas. O evento tem como objetivo incrementar a cadeira produtiva do turismo de oito cidades da região, além de proporcionar aos visitantes experiências significativas na gastronomia e cultural local.

O roteiro começa nesta sexta-feira (8), às 18h, com Festival Gastronômico que vai reunir cinco restaurantes e lanchonetes da cidade (Pousada Vila Real, Binnos Lanches e Pizzaria, Cafeteria Perrazo, JC Hot Dog, Bistrô do Brejo e Confraria da Cachaça). Em seguida, tem início as apresentações culturais. No Solar José Rufino, às 19h30, haverá a apresentação da Filarmônica Abdon Felinto Milanez e a exposição permanente “Arte e Memória”. Já no Coreto da Praça Central, acontecerá o show do grupo Samba no Estilo. A partir das 21h, a Confraria da Cachaça recebe “Fumaça – Voz e Violão” e o Bistrô Brejo apresenta “Rafaela – Voz e Violão”. No sábado, o festival recomeça com uma Trilha e Piquenique na Mata Pau de Ferro, às 9h. À tarde, a partir das 14h, serão realizadas três oficinas gastronômicas no restaurante do Hotel Triunfo: Wrapps com a Fina Fatia, Pastéis com a Pastelaria da Ione e Coxinhas com Empório da Cozinha. Por volta das 16h, tem início o Festival Gastronômico no Restaurante Vó Maria, Casa do Doce, Sabor da Terra, O Barretão, Saborear Drinks e Massa, Restaurante Azul e Moendas Beer. À noite, às 19h30, a companhia de teatro Art’culados em Cena apresenta a peça “Lendas do Cabedelo”. Em seguida, a partir das 20h30, o grupo Os Boêmios canta MPB no Coreto da Praça Central. As atividades da noite são encerradas com as apresentações musicais no O Barretão (Forró Mania), Moendas Beer (Kelson Kiss Voz e Violão), Saborear Drinks e Massa (Fernanda Lima e Banda) e na Pousada Vila Real (Fumaça Voz e Violão). Na manhã do domingo (10), entre as 9h e 11h, serrão realizadas visitas ao Engenho Triunfo, Casa do Doce, Museu da Rapadura e Museu da Cidade. O Festival Sons e Sabores de Areia encerra as atividades com a Contação de histórias com elementos sonoros da Companhia FascinArt, de Solânea (PB), no Coreto da Praça Central, às 10h30. O Festival Sons e Sabores do Brejo é uma parceria do Sebrae Paraíba, Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Fórum de Turismo do Brejo paraibano e prefeituras municipais. O evento ainda será realizado em Guarabira (15 a 17 de novembro), Solânea (22 a 24 de novembro), Serraria (29 de novembro a 01 de dezembro), Remígio (06 a 08 de dezembro) e Pilões (13 a 15 de dezembro). Sabores – A Tilápia Indígena é um dos pratos que será apresentado em Areia. É o filé de Tilápia em musseline de banana da terra, com arroz de castanha e coentro, do restaurante Bambu Brasil, da Pousada Vila Real, do centro da cidade. O roteiro segue para o Sítio Casa do Doce, onde Esther Vilar expõe e fabrica mais de 70 tipos de doces típicos do Brejo. O Trio Nordestino pode ser um petisco da tarde. Cubos de carne de sol, com queijo de coalho e macaxeira frita, com um leve toque de mel de engenho. O prato pode ser degustado no Moendas Beer, no Centro. Ao todo, a cidade vai oferecer 14 pratos no Festival Gastronômico.

“Os festivais gastronômicos são excelentes estratégias de mercado para o incremento da atividade turística de uma localidade, pois, contribuem para a divulgação do destino turístico e da cultura local, através dos grupos culturais de dança, folclore, a musicalidade e o artesanato”, explicou a gestora do projeto de Turismo do Sebrae, Regina Amorim.

Roteiro – Há no Festival uma visita e trilha com piquenique musical, na mata do Pau Ferro. A comunidade tem um interessante restaurante, chamado Vó Maria, onde há o delicioso pé de moleque, um bolo doce da região, assado na palha de bananeira. A mata é uma das poucas restantes no Brasil de altitude, conforme os guias da comunidade. O roteiro é de três dias para dar tempo de ver todas as riquezas da cidade. Há ainda visitas ao engenho e às oficinas gastronômicas, onde os moradores participam aprendendo uma atividade que gere renda e ocupação. O visitante degusta os resultados.

 

 Assessoria

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios