Brasil

Após dois anos sem barba, Lula volta a exibir sua antiga marca visual

20140120173813_03O ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff, durante reunião nesta segunda, no Palácio da Alvorada (Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula) Dois anos e dois meses depois de raspar a barba devido ao tratamento contra um câncer de laringe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou nesta segunda-feira (20) uma fotografia na qual mostra que voltou a exibir a barba que marcou sua trajetória política. A imagem foi feita durante encontro do ex-chefe do Executivo com a presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Lula se reuniu no início da tarde com sua afilhada política e saiu por volta das 17h50. O tema do encontro não foi informado pela assessoria de imprensa da Presidência da República. Também acompanharam a reunião o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o ex-ministro de Comunicação Social Franklin Martins e o chefe de gabinete de Dilma, Giles Azevedo.

Em dezembro, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, havia dito que Lula voltaria a deixar a barba crescer. Carvalho foi chefe de gabinete de Lula durante os oito anos em que o petista comandou o Palácio do Planalto.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda com barba, em novembro de 2011, e só com bigode, em dezembro de 2013 (Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

Marca política -Desde a época em que surgiu como líder sindical no ABC paulista, na década de 1970, a barba sempre foi a principal marca visual do ex-presidente da República. Ao longo dos anos, em meio à ascensão política de Lula, os brasileiros acompanharam a densa barba do ex-presidente perder o volume e ficar grisalha.

Lula decidiu raspar a barba depois que teve diagnosticado um câncer na laringe, em outubro de 2011, e teve de ser submetido ao tratamento de quimioterapia e radioterapia. Em março de 2012, os médicos afirmaram que o câncer tinha desaparecido.

G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios