Paraíba

APLP considera aumento do magistério positivo, mas Fisco reprova percentuais

201401270650040000009267-300x225O presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena da Paraíba (APLP), Francisco Fernandes, disse, em entrevista ao portal WSCOM, que considerou positivo o aumento para o magistério estadual, de 13,57%, anunciado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) nesta segunda-feira (27). Já o presidente do Sindfisco, Victor Hugo, disse que o reajuste não agradou aos agentes fiscais e aos demais servidores do Estado.

Segundo Francisco Fernandes, a progressões horizontais e verticais da carreira do magistério foram restabelecidas, por isso considera o aumento interessante. Ele também ressaltou que a média de 13,57% para a categoria é superior ao aumento de 8,32% previsto no piso nacional para 2014.

“As progressões foram restabelecidas dentro deste valor anunciado. Não é suficiente, pois tínhamos muita defasagem, poderíamos evoluir, mas o percentual anunciado é interessante”, disse.

Apesar da visão positiva, Fernandes informou também que ainda esta semana a categoria vai começar a se reunir para discutir o aumento.

Fisco desaprova

O presidente do Sindfisco, Victor Hugo, declarou que o reajuste não agradou aos agentes fiscais e aos demais servidores do estado. Ele declarou que já recebeu diversos telefonemas de servidores do fisco reclamando dos índices e já cobrando uma assembleia da categoria para avaliar o anuncio.

De acordo com Victor Hugo, o índice de reajuste linear, que ficou em 5%, sequer superou a inflação acumulada no ano passado. Segundo ele, a categoria esperava 19% de reajuste e ficou decepcionada com o aumento anunciado.

Hugo disse ainda que pela repercussão que o reajuste está tendo junto a categoria, que já cobra uma assembleia e não descarta até um indicativo de greve.

 

Confira como ficou o reajuste:

Que ganham um salário mínimo – 41. 528 Servidores – aumento de 6,78%
Educaçao – 27.124 servidores – aumento de 13, 57% (8,32% do Piso Nacional + 5,25%)
Saúde – 3.098 servidores – aumento de 5% a 13%.
Segurança – 21.334 servidores 10%

 

Cristiano Teixeira/Marcos Wéric
WSCOM Online

Artigos relacionados

2 pensamentos “APLP considera aumento do magistério positivo, mas Fisco reprova percentuais”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios