Educação

Anderson Silva debocha do adversário, é nocauteado e perde o cinturão dos médios

121137,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0As brincadeiras de Anderson Silva custaram caro no UFC 162, disputado em Las Vegas. O brasileiro desafiou, baixou a guarda e provocou Chris Weidman, mas um golpe bem dado de esquerda nocauteou o brasileiro no segundo round.

Spiders parecia com a luta controlada e brincou com o adversário por diversos momentos durante a luta, mas o golpe recebido encontrou a guarda baixa e o norte-americano acabou faturando o cinturão dos pesos médio (84 kg).

Ao sair do octógono, Anderson Silva disse que não pensa em lutar tão cedo, pois pretende aproveitar um tempo de descanso ao lado da família. Ele se negou a fazer uma revanche com o norte-americano para tentar a retomada do cinturão.

O presidente do UFC, Dana White, comentou a luta e as atitudes de Spider frente a Weidman. “Ele conseguiu entrar na mente do Weidman no fim do primeiro round. Não sei porque ele continuou fazendo aquelas brincadeiras depois de ter alcançado o objetivo. Achei que isso (essas provocações) já tinha ficado no passado. Ele acredita em seu talento e sabe o quanto pode aguentar. Mas acho que ele brincou demais com o Weidman, que não caiu na armadilha e achou o golpe final”, disse ao canal Combate.

Dana White garantiu a revanche entre Anderson Silva e Chris Weidman. “Anderson fala coisas em público que não devem ser ditas. Não tem nada mais que ele queira do que essa revanche. Ela está próxima”, concluiu.

Outro brasileiro que esteve presente no octógono foi Charles do Bronxs. Ele enfrentou Frank Edgar, pela categoria dos peso-pena (66 kg), e fez uma boa luta, mas acabou perdendo para o norte-americano por decisão dos juízes.

O dia não foi bom para os brasileiros no card principal do evento. Roger Grecie fez sua estreia no UFC pela categoria de peso médio (84 kg) lutando contra o norte-americano Tim Kennedy e se deu mal. O brasileiro até começou bem, mas depois cedeu espaço para o rival que se aproveitou e marcou mais pontos.

UFC 162

Na abertura do card preliminar do UFC 162, neste sábado, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, os fãs que aos poucos chegavam ao local não gostaram nada da exibição dos lutadores. Mike Pierce derrotou David Mitchell por nocaute técnico no primeiro round e conquistou a quarta vitória consecutivas na categoria meio-médio.

O primeiro round foi morno, com os dois lutadores vaiados pelos fãs, que cobravam mais movimentação e atitude no octógono. Pierce tentava derrubar, mas Mitchell resistia bem. O árbitro Steve Mazzagatti chegou a paralisar o duelo para pedir mais ação dos atletas.

No segundo round, logo na primeira oportunidade, Mike Pierce conseguiu aplicar a queda no adversário. Ele acertou um cruzado de esquerda, que desequilibrou Mitchel. Pierce foi para cima e conseguiu o nocaute técnico com sequência de socos, aos 2min07.

Na segunda luta da noite, o estreante Brian Melancon, que veio do Strikeforce, não tomou conhecimento do veterano americano de origem polonesa Seth Baczynski e venceu a segunda luta do UFC 162 com um belo nocaute aos 4m59s do primeiro round após dominar todo o combate. A derrota foi a décima de Baczynski na carreira, enquanto Melancon conquistou sua sétima vitória como profissional.

Dos seis brasileiros que entraram no octógano na noite deste sábado, na terceira luta já houve o confronto entre o carioca Edson Barboza e o pernambucano Rafaello Trator, na categoria peso leve.

Foram dois rounds para Edson Barboza impor seu jogo de muay thai sobre  Rafaello ‘Trator’ Oliveira, um especialista em jiu jitsu.

Edson castigou a perna esquerda do adversário, abusando também chutes rodados. ‘Trator’ levou 31 chutes em dois rounds, árbitro Herb Dean encerrar o combate por nocaute técnico, a 1min 44 do segundo round.

UFC 162 foi em Las VegasFoto: UFC 162 foi em Las Vegas
Créditos: Reprodução/Internet

Gabriel Gonzaga Napão não tomou conhecimento do americano Dave Herman. Uma pancada no queixo no início do primeiro round fez a árbitra Kate Winslow encerrar a luta. Foram necessários apenas 18 segundos. Foi o nocaute mais rápido do UFC 162. Acabou sendo o quarto nocaute mais rápido da história do UFC.

Veja os resultados do UFC 162:

Chris Weidman venceu Anderson Silva por nocaute

Frank Edgar venceu Charles do Bronx por decisão dos jurados

Tim Kennedy venceu Roger Greice por decisão dos jurados

Mark Muños venceu Tim Boetche por decisão dos jurados

Cub Swanson venceu Dennis Siver por nocaute técnico

Andrew Craig venceu Chris Leben por decisão dos jurados

Norman Parke venceu Kazuke Tukudome por decisão dos jurados

Gabriel Gonzaga venceu Dave Herman por nocaute

Edson Barboza venceu Rafaello Oliveira por nocaute técnico

Brian Melancon venceu Seth Baczynski por nocaute

Mike Pierce venceu David Mitchell por nocaute técnico

R7

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios