Destaques

Amigos raspam cabeça em solidariedade a jovem na luta contra o câncer

O diagnóstico de câncer obrigou a jovem Luciana Calazans Azevedo, de 19 anos, a refazer a rotina e, principalmente, a reiventar a autoestima. O tratamento com a quimioterapia provocou a queda dos cabelos longos, elemento fundamental de sua vaidade. A decisão de raspar totalmente os fios não foi nada fácil, mas, para surpresa da garota, ela teve companhia. Pelo menos 12 pessoas, entre familiares e amigos, aderiram à careca solidária.

Natália Azevedo Rocha, de 22 anos, e a prima Luciana Calazans Azevedo  (com a flor), em tratamento contra um linfoma (Breno Fortes/CB/D.A Press)
Natália Azevedo Rocha, de 22 anos, e a prima Luciana Calazans Azevedo (com a flor), em tratamento contra um linfoma

A ideia partiu do pai de Luciana, o funcionário público Raimundo Nonato Lacerda Azevedo, de 57 anos, e contagiou amigos e parentes. A prima Natália Azevedo Rocha, de 22 anos, foi a única mulher do grupo a também passar a máquina número zero nas madeixas.

Inseparáveis desde a adolescência, as duas se uniram ainda mais quando receberam a notícia de que um linfoma dos linfócitos B (veja Para saber mais) havia se instalado na amígdala esquerda de Luciana. “Eu sentia uma dor de garganta muito forte, e um médico que me atendeu, cujo filho já tinha tido câncer, me alertou para a possibilidade de um tumor. Em 2 de agosto deste ano, descobri o linfoma e, 15 dias depois, já estava fazendo o tratamento. Foi tudo muito rápido”, lembrou Luciana. Apesar do baque, Natália reuniu forças para lutar com a quase-irmã contra o mal silencioso. “Nós sempre compartilhamos nossos segredos, e eu queria estar ao lado da Lu neste momento”, explicou Natália.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios