Destaques

Alunos da PMJP farão teste para medir qualidade do ensino

Imagem ( Da Internet)
Imagem ( Da Internet)

De forma inovadora, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai avaliar, por meio de uma prova, o nível de conhecimento dos alunos da rede municipal de ensino. A estimativa é que 8 mil estudantes do 5º e 9º ano façam o exame, aplicado na próxima segunda (17) e terça-feira (18) em todas as escolas do Ensino Fundamental.

Os testes seguem os mesmos parâmetros da ‘Prova Brasil’. A intenção é oferecer aos professores e gestores escolares um instrumento que permita diagnosticar, avaliar e melhorar a qualidade do ensino oferecido às crianças. “A gestão está tendo a preocupação de saber se o alunado está aprendendo os conteúdos próprios de cada série. A partir das informações obtidas pela avaliação, os docentes terão condições de verificar as habilidades e deficiências dos estudantes e interferir, positivamente, no processo de aprendizagem”, disse o secretário de Educação, Luiz Sousa Júnior.

A prova é composta por 44 questões, sendo 22 de língua portuguesa e 22 de matemática para o 5º ano, e por 52 questões, sendo 26 de língua portuguesa e 26 de matemática para o 9º ano. Após este processo, o professor da Universidade Federal da Paraíba, Aléssio Almeida, fará um tratamento estatístico para estimação dos parâmetros e da proficiência dos estudantes com base no modelo da Teoria da Reposta ao Item (TRI), seguindo padrões internacionais.

Orientação – Durante essa semana, os gestores das escolas municipais se reuniram com o professor Aléssio, que passou orientações sobre a estrutura de formatação do Caderno de Provas e sobre o processo metodológico envolvido no processo de correção e análise dos resultados. O encontro ocorreu no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

Na oportunidade, os diretores fizeram uma avaliação do semestre para diagnosticar os problemas pedagógicos de cada unidade. “A partir dos depoimentos colhidos iremos fazer um acompanhamento do segundo semestre e projetar uma segunda avaliação no final do ano”, explicou Gilberto Cruz, diretor de Gestão Curricular da Sedec.

Prova Brasil – O exame é aplicado a cada dois anos para alunos do 5º e 9º ano do fundamental. O resultado é um dos valores usados para compor o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. Nesta edição, as provas acontecem em novembro.

TRI – A Teoria da Resposta ao Item representa um conjunto de modelos matemáticos que relacionam traços latentes de um individuo com a sua probabilidade de responder um dado item, sendo uma abordagem metodológica presente na psicometria.

Na área educacional, a TRI é amplamente utilizada para elaboração e correção de testes padronizados, servindo, dentre tantos aspectos, para estimar o nível de proficiência/habilidade dos alunos. De forma geral, o modelo logístico de 3 parâmetros (discriminação, dificuldade e acerto casual) unidimensional é a modelagem geralmente utilizada para aplicações em educação.

 

SECOM

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios