policial

Acusados do crime contra as mulheres são levados para o Presídio PB1; população pede pena de morte

Sob um clima de revolta e indignação por parte da população, os acusados pelo crime das duas mulheres moradoras do Bairro dos Bancários, em João Pessoa,  foram transferidos no final tarde desta quarta-feira (1°) para o presídio de Segurança Máxima, PB-1, na praia de Jacarapé. Antes de irem para a unidade prisional, os acusados passaram pela Gerência Medicina e Odontologia Legal  (Gemol)  onde fizeram exame de corpo de delito.1435783877769-acusados-transferencia

No momento em que os acusados estavam deixando a prisão sob um forte esquema de segurança, várias pessoas se aglomeram em frente à Central de Polícia e a todo instante gritavam por Justiça e pediam a pena de morte para os acusados.

De acordo com o prevê a lei, os acusados passarão um período no isolamento (sala de reconhecimento) e logo em seguida serão transferidos para uma cela comum com outros presos.

Relembrando caso – Na noite do último dia 20, Glória Silva, 42 anos e e Caroline Teles, 31 anos, estavam conversando dentro de um carro na frente da casa de uma delas após participarem de uma festa de São João do filho de Caroline de nove meses que também estava no veículo. De repente dois homens em uma moto renderam as duas e as levaram até um canavial na cidade de Goiana, onde elas foram espancadas, estupradas e atropeladas. Glória Silva não resistiu e morreu no local. Caroline foi encontrada com vida na manhã do dia 21, e socorrida para um Hospital em Paulista, com politrautismo, mas sem risco de morte. A criança também foi encontrada a dez metros do local do crime, amarrada e também foi socorrida em estado de choque, como muita fome e picadas de insetos, mas também sem risco de morte.

Paulo Cosme

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios