policial

‘A mulher da casa abandonada’ é alvo de operação policial

A Polícia Civil de São Paulo executou um mandato de busca e apreensão, nesta tarde de quarta-feira (20), no bairro Higienópolis, em São Paulo. O imóvel pertence à Margarida Bonetti, conhecida como “a mulher da casa abandonada”, que tentou impedir a entrada dos agentes, os quais apenas conseguiram entrar após arrombar uma das janelas.

Margarida ficou conhecida após ser protagonista de um podcast da Folha de São Paulo, que gerou o apelido dela. A ação faz parte do inquérito da Polícia Civil que investiga se ela sofre de distúrbios psiquiátricos e se foi vítima de abandono. Ela se estabeleceu no bairro nobre da capital paulista após ser acusada de escravizar uma empregada por 30 anos nos EUA.

Porém, os agentes apenas encontraram uma mansão pouco higienizada e com grande quantidade de lixo. No local, ainda resgataram um cachorro desnutrido, graças à ativista da causa animal Luísa Mell

“Ao entrar o cheiro é muito forte, tem muita coisa acumulada, lixo acumulado, roupas, restos de comida. Ela abre um corredor de passagem entre o lixo e o acúmulo, e a casa toda tem sujeira e todo tipo de acúmulo de lixo e sujeira”, relatou a delegada do inquérito Vanessa Guimarães.

A delegada também afirmou que Margarida deve deixar a mansão, que conta com instalações regulares de água e luz. O próximo caminho para a “mulher da casa abandonada” deverá ser ao lado da irmã, mas com um pedido médico para constatar a condição psíquica da idosa.

MaisPB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios