Reforma trabalhista é aprovada; veja como votou cada senador

Publicado em quarta-feira, julho 12, 2017 · Comentar 

capa_12072017001845Com sessão conturbada, a reforma trabalhista foi aprovada nesta terça-feira, 11, no plenário do Senado por 50 votos favoráveis e 26 contrários. Houve 1 abstenção em um quórum de 77 senadores.

O projeto segue agora para a sanção presidencial.

O projeto é considerado pelo governo de Michel Temer uma das principais medidas para estimular novas contratações no mercado de trabalho e desburocratizar os processos de admissão e demissão — queixa recorrente de muitos empresários.

O texto altera mais de 100 pontos da CLT. Entre eles, autoriza os trabalhos intermitentes, permite dividir as férias em três períodos e faz com que os acordos coletivos tenham força de lei.

A sessão plenária, que teve início às 11h, foi marcada por tumultos e bate-bocas entre os parlamentares.

 

Por volta das 12h30, as senadoras da oposição Gleisi Hoffman (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN), Vanessa Graziotin (PCdoB-AM), Regina Sousa (PT-PI) e Lídice da Mata (PSB-BA) ocuparam a mesa diretora do plenário como forma de obstruir a votação.

Em reação, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMBD-CE) apagou todas as luzes do plenário e suspendeu a sessão por mais de quatro horas.

Fora do plenário, Eunício declarou que a sessão só seria retomada quando “a ditadura deixar”.

 

Às 13h44, o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), acusou a presidência da Casa de estar arrumando o auditório Petrônio Portela para transferir a votação da reforma trabalhista para o local.

 

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) era um dos que tentavam reunir assinaturas para tentar realizar a votação fora do plenário.

 

A sessão só foi reaberta às 18h36, quando Eunício retornou à cadeira da presidência na mesa diretora.

 

Após retomar o seu posto, Eunício disse que “Deus lhe deu essa qualidade da paciência” e que não tinha pressa para encerrar a votação.

 

Ele classificou a ocupação da mesa por parte de senadores da oposição como um “episódio triste”, mas pediu calma aos senadores da base aliada.

 

Os oposicionistas pediram a palavra pra encaminhar voto contrário à matéria.

 

Partidos da base aliada como PMDB, PSDB, PSD, DEM e PP aproveitaram para fazer sinalizações positivas ao projeto, que foram computadas como encaminhamento favorável ao texto.

 

Em meio à confusão, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) esbravejava pedindo a palavra, enquanto o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR) computava os votos dos aliados pessoalmente e os comunicava em voz alta.

 

Confira abaixo como votou cada um dos parlamentares presentes na sessão.

 

VOTARAM CONTRA

PT

Fátima Bezerra (RN)

Gleisi Hoffmann (PR)

Humberto Costa (PE)

Jorge Viana (AC)

José Pimentel (CE)

Lindbergh Farias (RJ)

Paulo Paim (RS)

Paulo Rocha (PA)

Regina Sousa (PI)PMDB

Eduardo Braga (AM)

Kátia Abreu (TO)

Renan Calheiros (AL)

Roberto Requião (PR)

PCdoB

Vanessa Grazziotin (AM)

PDT

Ângela Portela (RR)

PSB

Antonio Carlos Valadares (SE)

João Capiberibe (AP)

Lídice da Mata (BA)

Romário (RJ)

PSD

Otto Alencar (BA)

PSDB

Eduardo Amorim (SE)

PTB

Telmário Mota (RR)

PTC

Fernando Collor (AL)

PV

Alvaro Dias (PR)

REDERandolfe Rodrigues (AP)

Sem partido

José Reguffe (DF)

VOTARAM A FAVOR

DEM

Davi Alcolumbre (AP)

José Agripino (RN)

Ronaldo Caiado (GO)

PMDB

Airton Sandoval (SP)

Dário Berger (SC)

Edison Lobão (MA)

Elmano Férrer (PI)

Garibaldi Alves Filho (RN)

Jader Barbalho (PA)

João Alberto Souza (MA)

José Maranhão (PB)

Marta Suplicy (SP)

Raimundo Lira (PB)

Romero Jucá (RR)

Rose de Freitas (ES)

Simone Tebet (MS)

Valdir Raupp (RO)

Waldemir Moka (MS)

Zeze Perrella (MG)

PSDB

Aécio Neves (MG)

Antonio Anastasia (MG)

Ataídes Oliveira (TO)

Cássio Cunha Lima (PB)

Dalirio Beber (SC)

Flexa Ribeiro (PA)

José Serra (SP)

Paulo Bauer (SC)

Ricardo Ferraço (ES)

Tasso Jereissati (CE)

PP

Ana Amélia (RS)

Benedito de Lira (AL)

Ciro Nogueira (PI)

Gladson Cameli (AC)

Ivo Cassol (RO)

Roberto Muniz (BA)

Wilder Morais (GO)

PPS

Cristovam Buarque (DF)

PRCidinho Santos (MT)

Magno Malta (ES)

Vicentinho Alves (TO)

Wellington Fagundes (MT)

PRB

Eduardo Lopes (RJ)

Fernando Bezerra Coelho (PE)

PSB

Roberto Rocha (MA)

PSC

Pedro Chaves (MS)

PSD

José Medeiros (MT)

Lasier Martins (RS)

Omar Aziz (AM)

Sérgio Petecão (AC)

PTB

Armando Monteiro (PE)

 

Confira abaixo como votou cada um dos parlamentares presentes na sessão.

 

Com Estadão Conteúdo e FOLHAPRESS

Tags :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solânea Online - CNPJ: 17.735.313/0001-90

É proibida a reprodução total ou parcial deste site, sem autorização prévia !